É MAIS QUE VOAR

- Desde 2008 - Notícias | Aviação | Investimentos | Economia | Viagens |

AVIAÇÃO EXECUTIVA | Business Aviation

DEFESA | Defense

Asas Rotativas | Helicopters

Copa Airlines retoma operações em Brasília (BSB) e Belo Horizonte - Confins (CNF) em novembro |  | Foto © Herbert Monfre - Fotógrafo de avião - Eventos - Publicidade - Ensaios - Contrate o fotógrafo pelo e-mail cmsherbert@hotmail.com | Imagem produzida por Herbert Pictures - É MAIS QUE VOAR


Além de voos em operações à Distrito Federal, a capital mineira será a quarta cidade brasileira a receber voos da companhia após a retomada.

 

A companhia aérea do Panamá, Copa Airlines, subsidiária da Copa Holdings, S. A. {NYSE: CPA} e membro da rede global de empresas aéreas Star Alliance, anunciou a retomada das atividades em Belo Horizonte a partir do dia 23 de novembro. Inicialmente, os voos sairão da capital mineira pelo Aeroporto Internacional de Confins (CNF) três vezes por semana em direção ao Aeroporto Internacional de Tocumen (PTY), localizado no Panamá. A cidade é a quarta a receber voos da companhia após o reinício das atividades no Brasil.

 

Carlos Antunes, Gerente Regional de Vendas, comentou sobre a retomada em Belo Horizonte. "Estamos retomando as atividades no Brasil aos poucos e muito felizes por poder voltar à Minas Gerais, um mercado muito importante para nós. Queremos compartilhar com os nossos clientes que estamos tomando todas as medidas de biossegurança necessárias para garantir uma experiência de voo segura para nossos passageiros e colaboradores, do check-in até o desembarque", finalizou.

 

A Copa Airlines atualmente conecta seus destinos no Brasil ao Panamá (Cidade do Panamá e David), México (Cidade do México e Cancún), Estados Unidos (Miami, Nova York, Washington DC, Los Angeles e Orlando), Canadá (Calgary, Montreal, Toronto e Vancouver), República Dominicana (Santo Domingo e Punta Cana), Equador (Quito e Guayaquil), Guatemala (Guatemala), Honduras (San Pedro Sula e Tegucigalpa), El Salvador (El Salvador), Porto Rico (Santa Cruz), Jamaica (Kingston e Montego Bay), entre outros destinos que são adicionados semanalmente a malha regional.

 

A Gerente de Vendas para Belo Horizonte, Jacqueline Ledo, relembrou o início da operação na cidade para celebrar o momento atual. "Assim como aquele agosto de 2008, quando o primeiro voo da Copa chegava a Belo Horizonte, a emoção é inevitável! Depois de oito meses de operações suspensas em função da pandemia, a partir do dia 23 de novembro conectaremos de novo nossa cidade às Américas, proporcionando ao mineiro uma viagem mais rápida e confortável já para suas próximas férias", comentou.

 

Companhia Aérea já retomou os voos para Brasília (BSB)

 

A Companhia também iniciou os voos para a capital federal – desde dia 9 de novembro –depois de quase oito meses de suspensão da rota. O último voo da companhia foi no dia 23 de março. A empresa voltou a capital federal com uma frequência semanal em novembro e já em dezembro passa a ter três saídas por semana. O aeroporto do Panamá é um dos principais centros de conexão da América Latina, com diversos voos ligando as Américas. O tempo de voo de Brasília até a Cidade do Panamá é de 6h10.


De acordo com Christophe Didier, Vice Presidente Global de Vendas da Copa Airlines, poder retomar os voos na cidade é estratégico para a companhia. "Brasília está bem no centro, no coração do país. Estamos bastante empolgados com essa novidade", declarou.

 

A Inframerica vem tomando diversas medidas preventivas contra a pandemia e com a reabertura da área internacional as ações estão intensificadas. A cada voo internacional a sala de embarque recebe uma desinfecção meticulosa com produtos sanitários de higienização de UTIs hospitalares. O espaço está todo sinalizado alertando os passageiros do distanciamento social. Há também pontos de álcool gel distribuídos em todo o percurso do passageiro e os bombeiros civis da concessionária estão medindo a temperatura de quem embarca e desembarca em Brasília.

 

"Aos poucos os países estão abrindo as suas fronteiras e estamos retomando as operações internacionais que tínhamos. Mas, estamos atentos a evolução e a disseminação da pandemia nas regiões que temos voos", declara Roberto Luiz, Líder de negócios aéreos da Inframerica. Para o executivo, a retomada da Copa Airlines é muito importante para Brasília e mostra a confiança da companhia nos protocolos brasileiros e na relevância do destino para a empresa.

 

"A Copa Airlines já opera em Brasília há quase dez anos, é um parceiro de longa data. Com a retomada do voo vamos ligar novamente os dois principais aeroportos com esta característica de centro de conexão. A capital federal com ligação para mais de 46 cidades (atualmente) e o Panamá com conexão para mais de 70 destinos no mundo", avalia.

 

Para consultar os voos disponíveis em novembro e dezembro é possível acessar oficial da companhia aérea e também disponibiliza a Central de Reservas ou ainda as agências de viagens de sua preferência. Os passageiros que possuem um bilhete válido na Copa Airlines poderão gerenciar as mudanças de data sem qualquer taxa de alteração. Todos os passageiros devem cumprir os requisitos estabelecidos pela empresa e pelas autoridades de saúde e imigração do país de destino.

 

A Inframerica informa que uso da máscara facial é obrigatório e indispensável no Aeroporto. O passageiro pode não embarcar se não estiver usando o acessório. A concessionária lembra que é importante verificar a data de validade do passaporte e do visto, caso necessário, e recomenda que o usuário busque informações com a companhia aérea antes da sua viagem para entender quais são as exigências feitas pela empresa e os protocolos adotados.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

2021 © É MAIS QUE VOAR