É MAIS QUE VOAR

- Desde 2008 - Notícias | Aviação | Investimentos | Economia | Viagens |

AVIAÇÃO EXECUTIVA | Business Aviation

DEFESA | Defense

Asas Rotativas | Helicopters

 

Polícia Rodoviária Federal acrescenta seis helicópteros Leonardo AW119Kx à frota | É MAIS QUE VOAR
Foto © Leonardo Company - Divulgação.

 

Mais de 350 helicópteros AW119 foram adquiridos por mais de 130 clientes em 40 países, muitos deles para segurança pública, resgate, serviço público e missões militares. Leia em detalhes.

 

A Leonardo anunciou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Brasil colocará em serviço seis helicópteros monomotores AW119Kx. A primeira aeronave deverá chegar ao Brasil no início do próximo ano, com a entrega dos demais helicópteros ao operador prevista para ser concluída em meados de 2021. Os AW119Kxs serão operados pela Divisão de Operações Aéreas (DOA) a partir de suas bases nas cinco Regiões do Brasil para executar uma série de missões, incluindo transporte, resgate, serviço médico de emergência, combate a incêndios, vigilância e segurança pública.

 

A seleção do AW119Kx pela PRF foi feita após uma avaliação rigorosa das capacidades técnicas para melhor atender às necessidades do órgão de segurança pública. A entrega desses helicópteros aumentará ainda mais a frota de helicópteros Leonardo operados por órgãos de segurança pública, de resgate e de serviços públicos em todo o Brasil, a qual já inclui o helicóptero monomotor AW119, além do biturbina leve AW109 e o modelo biturbina intermediário AW139. Os helicópteros terão uma configuração personalizada avançada, incluindo, entre outros, um cockpit digital (glass cockpi") Garmin G1000NXi, um sistema eletro-ótico com capacidade de infravermelho, guincho de resgate, gancho de carga, bambi bucket para combate a incêndios, kit de rapel em ambos os lados para operações de forças especiais, sistemas avançados de comunicação.

 

Até o momento, existem mais de 190 helicópteros Leonardo de vários tipos operando no Brasil, desempenhando várias funções, incluindo: transporte corporativo/privado, segurança pública, serviços públicos, transporte offshore e aplicações navais. À medida que o sucesso dos produtos Leonardo cresce, a Empresa se compromete a fortalecer ainda mais seu nível existente de serviços locais com o estabelecimento de um novo centro de apoio regional, administrado pela Leonardo do Brasil, em Itapevi-SP, a 30 km da cidade de São Paulo, cujo lançamento da pedra fundamental foi celebrado em fevereiro. O novo centro de apoio expandirá os serviços já prestados nas instalações existentes com sede na cidade de São Paulo.

 

A Leonardo está comprometida em servir e proteger comunidades em todo o mundo, contribuindo para seu crescimento sustentável ao liderar as tecnologias de próxima geração, fazendo parcerias com governos, organizações privadas e industriais para obter os melhores recursos de segurança e proteção, sendo a base do Plano Estratégico " BeTomorrow2030 " da Leonardo.


O helicóptero AW119Kx

 

O AW119Kx, possui um sistema de aviônicos de última geração para maior consciência situacional, eficácia da missão e segurança. A versão possui uma cabine grande, podendo acomodar até seis passageiros, e redundância de todos os sistemas críticos geralmente disponíveis em aeronaves bimotores, garantindo confiabilidade e segurança excepcionais.

Polícia Rodoviária Federal acrescenta seis helicópteros Leonardo AW119Kx à frota | É MAIS QUE VOAR


 O AW119Kx é perfeitamente adequado para desempenhar diversas funções, incluindo EMS, segurança pública, emprego geral, combate a incêndios, transporte de passageiros, treinamento e missões governamentais/militares. Mais de 350 helicópteros AW119 foram adquiridos por mais de 130 clientes em 40 países. Várias autoridades de segurança pública, agências de serviço público ou forças armadas de todo o mundo escolheram ou já estão operando o AW119 no Brasil, EUA, Chile, México, Equador, Portugal, Finlândia, Letônia, para citar apenas alguns países. Uma versão do AW119 foi selecionada pela Marinha dos Estados Unidos em janeiro para treinar a próxima geração de aviadores navais do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

2021 © É MAIS QUE VOAR