É MAIS QUE VOAR

- Desde 2008 - Notícias | Aviação | Investimentos | Economia | Viagens |

AVIAÇÃO EXECUTIVA | Business Aviation

DEFESA | Defense

Asas Rotativas | Helicopters

 Embraer lança o E-jet versão Cargueiro (E190F e E195F) e anuncia pausa temporária no E175-E2 

Embraer lança o E-jet versão Cargueiro (E190F e E195F) e anuncia pausa temporária no E175-E2  | MAIS QUE VOAR
Imagem renderizada © Embraer - Divulgação.



A Embraer entra no mercado de transporte de carga aérea com o lançamento das conversões de passageiros para cargueiros dos jatos E190F e E195F (P2F). Os E-Jets cargueiros são projetados para atender às demandas geradas pelo e-commerce e por novas operações de comércio, que exigem entregas muito ágeis e descentralizadas. Assim, a Embraer está oferecendo um desempenho operacional imbatível no transporte de carga e a flexibilidade que os jatos de tamanho adequado oferecem.

 

“Perfeitamente posicionados para preencher a lacuna no mercado entre cargueiros turboélices e jatos narrowbodies maiores, a nossa conversão de E-Jets P2F chega ao mercado em um momento em que a procura de frete aéreo para carga continua a decolar, e à medida que o comércio eletrônico e o comércio em geral passam por uma transformação global”, afirmou Arjan Meijer, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial.

 

A conversão completa para cargueiro está disponível para todas as aeronaves E190 e E195, com entrada em serviço prevista para o início de 2024. A Embraer enxerga um mercado para aeronaves desta dimensão de aproximadamente 700 aviões ao longo de 20 anos.

 

Essa iniciativa acontece quando a Embraer vislumbra três grandes oportunidades:

  • As atuais aeronaves de carga de fuselagem estreita são antigas, ineficientes, altamente poluentes e estão dentro da janela de reforma ou aposentadoria;
  • A transformação contínua da intersecção entre comércio, negócios e logística levou a uma demanda generalizada e sem precedentes por frete aéreo, sobretudo por entregas no mesmo dia e operações descentralizadas; a missão perfeita para cargueiros do tamanho dos E-Jets;
  • Os primeiros E-Jets que entraram em serviço há cerca de 10 ou 15 anos estão saindo de arrendamentos de longo prazo e iniciando seu ciclo de substituição durante a próxima década. A conversão completa para carga prolongará a vida útil dos E-Jets mais maduros por mais 10 a 15 anos, e incentivará a substituição por aeronaves mais eficientes, mais sustentáveis e mais silenciosas. 


As conversões de E-Jets P2F da Embraer proporcionarão desempenho e economia sem igual. Os E-Jets de carga terão 50% a mais de capacidade de volume e três vezes mais autonomia do que os grandes turboélices de carga e custos de operação até 30% do que os jatos narrowbodies.

 

Embraer lança o E-jet versão Cargueiro (E190F e E195F) e anuncia pausa temporária no E175-E2  | MAIS QUE VOAR

“Os E-Jets cargueiros prestarão um serviço rápido, confiável e rentável aos transportadores, prolongarão a vida útil dos E-Jets por mais 10 a 15 anos, e mantendo o valor residual dos E-Jets, criando assim um forte argumento comercial que encoraja a substituição de aviões mais antigos por aviões de passageiros modernos, mais eficientes e menos poluentes”, disse Johann Bordais, Presidente & CEO, Serviços e Suporte da Embraer. “Com mais de 1.600 E-Jets entregues em todo o mundo, os clientes deste novo segmento de cargueiro se beneficiarão de uma rede de serviços global, madura e bem estabelecida, além de contar com um abrangente portfólio de produtos prontos para apoiar suas operações desde o primeiro dia.”  

 

Embraer lança o E-jet versão Cargueiro (E190F e E195F) e anuncia pausa temporária no E175-E2  | MAIS QUE VOAR

A conversão para cargueiro será realizada nas instalações da Embraer no Brasil  e inclui: porta de carga do convés principal; sistema de movimentação de carga; reforço do piso; barreira de carga rígida (RCB) - Barreira 9G com porta de acesso; sistema de detecção de fumaça no cargueiro, incluindo extintores de classe "E" no compartimento de carga superior; alterações no sistema de gestão do ar (arrefecimento, pressurização, etc.); remoção interior e provisões para transporte de materiais perigosos. O E190F pode transportar uma carga útil de 23,600 libras (10,700 quilos) enquanto o E195F pode transportar uma carga útil de 27,100 libras (12,300 quilos).

 

Pausa no Programa de Desenvolvimento do Jato E175-E2

 

Enquanto a Embraer lançou o Ejet cargueiro, a fabricante brasileira anunciou um fato relevante aos seus investidores, acionistas e o mercado que o seu Conselho de Administração aprovou a pausa de três anos no programa de desenvolvimento do jato E175-E2.

 

Como ocorreu em ocasiões anteriores, a reprogramação das atividades está associada às contínuas discussões entre as principais companhias aéreas norte-americanas e seus respectivos sindicatos de pilotos a respeito do limite de peso máximo de decolagem (MTOW) das aeronaves com até 76 assentos, bem como às condições de mercado global da aviação comercial e ao contínuo interesse pelo atual jato E175 no mercado norte-americano.

 

A Embraer espera retomar as atividades de desenvolvimento do Programa E175-E2 após o período indicado acima, o que resultará na reprogramação da entrada em serviço da aeronave entre 2027 e 2028.

 

Em linha com sua estratégia de inovação e crescimento, a Companhia reitera seu compromisso em manter os acionistas e o mercado devida e oportunamente informados nos termos da legislação aplicável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

2022 © É MAIS QUE VOAR